Corpo

MAMOPLASTIA REDUTORA (COM OU SEM IMPLANTES):

A principal queixa das mulheres com mamas muito fartas é o desconforto que elas causam. O peso do tecido mamário em excesso pode prejudicar a saúde, causando problemas posturais, dores na coluna, fadiga da musculatura e outras questões, incluindo as emocionais.

A Cirurgia de Redução de Mamas ou Mamoplastia Redutora tem como objetivo a diminuição do volume das mamas ao remover o excesso de gordura, tecido glandular e pele, conseguindo um tamanho mais proporcional e simétrico. Em alguns casos é indicada a colocação de implantes de silicone devido à qualidade do tecido mamário, para atingir melhores resultados.

O procedimento cirúrgico é realizado em pacientes com idade superior a 18 anos, época em que as mamas estão completamente formadas.

A cicatriz pode ser feita em formato de âncora ou T invertido e torna-se discreta com o passar do tempo. A cirurgia é realizada em ambiente hospitalar e normalmente não há necessidade de internação por mais de 24 horas.

 MASTOPEXIA (COM OU SEM IMPLANTES):

 A Mastopexia, também conhecida como Lifting das Mamas, é a cirurgia para corrigir seios caídos e flácidos. Muitas mulheres queixam-se de mamas caídas após a gestação ou posterior à perda de muito peso. Para esses casos, o procedimento cirúrgico é a melhor opção.

Na cirurgia de levantamento das mamas, o excesso de pele é removido conservando todo o tecido mamário e as mamas são reposicionadas com o seu próprio tecido. Caso tenham pouco volume, podem ser incluídos implantes de silicone. A cicatriz pode ser ao redor da aréola, em formato de T invertido ou âncora, variando segundo os aspectos físicos de cada paciente.

A cirurgia é realizada no hospital e a internação normalmente corresponde a um período de 24 horas. É importante uma avaliação criteriosa da Drª. Esther Barrios para a indicação do melhor procedimento, dependendo da necessidade de cada paciente.

MAMOPLASTIA DE AUMENTO (IMPLANTES)

 A Mamoplastia de Aumento é uma das cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil e no mundo. Ela é indicada para pacientes que tenham mamas pequenas (hipomastia) ou que tenham perdido seu volume após a amamentação e/ou perda de peso. A cirurgia de implantação de próteses de silicone proporciona o aumento do tamanho e a projeção dos seios, além de melhorar a proporção corporal e resgatar a autoestima das pacientes. Os implantes também são usados para reconstruir mamas após lesão ou mastectomia.

É comum as mulheres se preocuparem com a troca das suas próteses em algum momento da vida. Porém, esse não é mais um motivo para tensão. Hoje em dia as próteses não têm a necessidade de serem substituídas, pois os implantes na atualidade possuem qualidade certificada e, inclusive, tem garantia vitalícia. A incisão pode ser realizada ao redor das aréolas, na dobra abaixo do seio ou nas axilas, e as cicatrizes tornam-se bem discretas com o passar do tempo.

Normalmente a internação hospitalar não é superior a 12 horas. Para a Mamoplastia de Aumento, a Drª. Esther Barrios faz uma avaliação detalhada de cada paciente para a definição do tipo de prótese, formato, incisão e cicatriz, a fim de que as expectativas sejam atingidas, gerando assim resultado estético natural e harmonioso.

LIPOASPIRAÇÃO DAS MAMAS:

Para complementar a cirurgia das mamas, às vezes se faz necessária uma pequena lipoaspiração na região pré-axilar e/ou na lateral das mamas. O resultado do procedimento é um contorno mamário mais agradável, melhorando o aspecto de mamas “espalhadas” e os abaulamentos indesejáveis na região das axilas.

LIPOABDOMINOPLASTIA

 O acúmulo de gordura localizada e a flacidez na barriga são grandes empecilhos para que homens e mulheres façam as “pazes com o espelho”. O envelhecimento, a gestação, o aumento e a perda de peso são alguns dos motivos.

A Lipoabdominoplastia associa a cirurgia de Abdominoplastia à Lipoaspiração. No procedimento, faz-se a aspiração do excesso de gordura do abdômen e laterais da cintura e a remoção do excesso de pele para corrigir a flacidez, ao mesmo tempo em que recompõe os músculos enfraquecidos ou separados. Os resultados são uma cintura mais fina, um contorno corporal mais harmônico e um abdômen mais bonito e tonificado. As estrias localizadas na barriga também são retiradas com a pele excedente. A cirurgia é ideal para pessoas que tenham um abdômen flácido e frouxo, mesmo que tenham um peso corporal normal.

A cicatriz da Lipoabdominoplastia tem entre 20 e 30 cm e fica localizada na região do púbis, sendo escondida pela roupa íntima ou biquíni. A internação dura normalmente 24 horas e em cerca de um mês o paciente retoma suas atividades físicas normais.

 MINIABDOMINOPLASTIA

 Indicada para os casos de pouca flacidez muscular, a Miniabdominoplastia é o procedimento em que há a retirada de pequena quantidade de pele, normalmente entre o umbigo e a região íntima. Caso haja acúmulo de gordura localizada nessa área, pode ser realizada também uma Lipoaspiração onde, por meio de pequenas incisões, remove-se o excesso de gordura, melhorando assim o contorno corporal e suas proporções. Também pode ser realizado o reforço da musculatura abdominal, caso seja necessário.

A cicatriz do procedimento é de aproximadamente 20 cm, sendo pouco maior do que a cicatriz de uma cesárea. Ela facilmente é escondida pela roupa íntima ou biquíni. Para a Miniabdominoplastia, indica-se a internação hospitalar de 12 a 24 horas, dependendo do caso.

 LIPOASPIRAÇÃO NO ABDÔMEM

 O procedimento de Lipoaspiração faz a retirada do acúmulo da gordura corporal localizada que, por muitas vezes, é um incômodo até para homens e mulheres que praticam atividades físicas e seguem uma alimentação regrada.

A cirurgia é realizada através de cânulas de aspiração inseridas por meio de pequenas incisões de 0,5 a 1 cm, por onde se retira o excedente de gordura, deixando o corpo com mais curvas e criando um contorno mais harmonioso.

Normalmente indica-se a internação hospitalar por 24 horas. Cabe lembrar que a Lipoaspiração não é um método emagrecedor, portando é importante que o paciente não esteja com sobrepeso e que mantenha seus cuidados com a alimentação e atividade física, mesmo no pós-operatório, para que obtenha os melhores resultados.

CORREÇÃO DE DIÁSTASE DE RETOS ABDOMINAIS (FROUXIDÃO MUSCULAR)

 A frouxidão muscular sem excesso de pele na região do abdômen ou apenas com um pequeno excesso logo abaixo da região do umbigo é conhecida como diástase de retos. Ela costuma ser perceptível após grande perda de peso, envelhecimento ou gestação. A Cirurgia de Correção da Diástase de Retos Abdominais trabalha com o reforço muscular na região, retirando a pele excedente, caso seja necessário.

A cicatriz fica no mesmo local da cicatriz da cesárea e é facilmente escondida pela roupa íntima ou biquíni. Para essa cirurgia, normalmente indica-se 24 horas de internação hospitalar.

COLOCAÇÃO DE IMPLANTES GLÚTEOS

Ter um bumbum mais volumoso é um dos principais desejos das mulheres no mundo e mais ainda das brasileiras. O objetivo da Cirurgia para Colocação de Implantes Glúteos ou Gluteoplastia é dar volume à região, tornando-a maior, mais firme e com formato redondo e empinado. Os implantes são de silicone, assim como os implantes para as cirurgias de mamas, porém são específicos para o formato e tamanho da região glútea. As próteses são inseridas no meio do músculo glúteo maior, de maneira a cobrir totalmente o implante e ficar longe da pele, buscando assim uma aparência natural e segura para as pacientes. As cicatrizes são bastante discretas e ficam escondidas até mesmo quando a paciente está de roupa íntima ou biquíni.

A cirurgia é indicada para pacientes acima de 16 anos, idade em que as estruturas corporais já estão totalmente formadas. Normalmente indica-se a internação hospitalar por 24 horas. A Drª. Esther Barrios respeita os parâmetros anatômicos de cada indivíduo, prezando pelo melhor resultado, sem que haja prejuízos à saúde da paciente. 

LIPOENXERTIA GLÚTEA OU BRAZILIAN BUTT LIFT

No procedimento de Lipoenxertia Glútea ou melhor conhecido no exterior como Brazilian Butt Lift, nos realizamos uma lipoaspiração das áreas do corpo onde temos acúmulo de gordura como dorso, flancos posteriores, abdômen, culotes, braços, face interna de coxa e de qualquer outra área que a paciente precise dando um contorno corporal mais harmonioso. Posteriormente toda a gordura obtida é preparada e enxertada na região glútea promovendo um aumento de volume dessa região.
O glúteo é então modelado até que os resultados sejam atingidos.
Nessa cirurgia, as cicatrizes são discretas, ficando escondidas mesmo quando a paciente está de bikini ou de roupa íntima. A lipoenxertia é recomendada para pacientes que queiram um aumento volumétrico natural, promovendo um realce das formas da região sem necessidade de colocação de implantes glúteos.
Normalmente a internação hospitalar para esse procedimento tem duração de 12 a 24 horas dependendo de cada caso.

 LIPOASPIRAÇÃO DO CONTORNO DO GLÚTEO

 A Lipoaspiração do Contorno do Glúteo faz a retirada da gordura localizada nessa região, promovendo assim um formato mais harmonioso e curvas mais bonitas. Nesse caso, não há modificação no volume do bumbum.

A Drª. Esther Barrios faz uma avaliação criteriosa junto a cada paciente para identificar qual procedimento é mais adequado para as expectativas de cada caso.

BRAÇOS (LIFTING BRAQUIAL)

 A flacidez e a gordura localizada na parte interna dos braços costumam ser grandes incômodos, principalmente para pessoas que perderam muito peso ou que buscam o rejuvenescimento. A restauração do contorno dos braços é um fator importante para o resgate da autoestima e da harmonia do corpo.

Nos casos em que há apenas excesso de gordura, a Lipoaspiração da região é eficaz. Quando há flacidez de pele, faz-se necessário o Lifting Braquial ou Braquioplastia, para que seja feita a remoção da pele excedente. A cicatriz varia de acordo com a quantidade de pele a ser retirada, podendo ser apenas na região da axila ou alongada pela parte interna dos braços, até os cotovelos. Para essa cirurgia, normalmente indica-se 24 horas de internação hospitalar.

Geralmente o retorno às atividades físicas acontece cerca de um mês após o procedimento.

COXAS (LIFTING CRURAL)

Pacientes em busca de um corpo mais saudável e harmônico frequentemente se incomodam com o excesso de flacidez e/ou gordura localizada nas coxas. A grande perda de peso corporal (como é o caso de pacientes que realizaram cirurgias bariátricas), o sobrepeso e o envelhecimento podem comprometer a aparência das coxas.

O excesso de gordura localizada pode ser eliminado através da Lipoaspiração. Nesse caso, as cicatrizes são bem pequenas e ficam escondidas na região da virilha e do joelho. Já o Lifting Crural faz a retirada do excedente de pele na parte interna das coxas. A incisão é realizada na dobra da coxa e a cicatriz pode ser alongada pela sua face interna, dependendo da quantidade de pele a ser retirada.

Para essa cirurgia, indica-se a internação hospitalar de 24 horas. A recuperação pode variar de 15 a 30 dias e o retorno às atividades físicas acontece cerca de um mês após o procedimento.

LIPOASPIRAÇÃO

 O procedimento de Lipoaspiração é realizado quando os pacientes queixam-se do excesso de gordura localizada na região dorso lombar: flancos, parte inferior e meio das costas. A retirada de gordura nessas regiões também deixa a cintura mais fina e transmite a impressão de um bumbum mais arredondado.

Essa cirurgia tem ganhado cada vez mais adeptos no Brasil, já que a gordura localizada na área dorso lombar costuma incomodar mesmo aqueles que seguem uma alimentação regrada e praticam atividades físicas. Recomenda-se um período de internação hospitalar entre 12 e 24 horas. As cicatrizes são muito discretas e facilmente escondidas.

TORSOPLASTIA

A Torsoplastia é o procedimento de remoção do excedente de pele na região inferior das costas, na lateral das mamas, nos flancos e na parte abdominal anterior. A cirurgia é indicada para pacientes que perderam muito peso corporal ou que possuem grande quantidade de dobras circunferenciais. Assim, o resultado final é um dorso sem dobras na pele, de aspecto jovem e contorno mais harmônico.

Recomenda-se a internação hospitalar por cerca de 24 horas. As cicatrizes são planejadas para ficarem encobertas pelas roupas íntimas ou biquíni. O retorno às atividades físicas normais acontece cerca de um mês após a cirurgia.

A Lipoescultura é o procedimento cirúrgico realizado para remodelar e definir o contorno corporal. Nele é feita a retirada da gordura indesejada de determinada parte do corpo e seu enxerto nos locais onde o paciente deseja ter maior volume, deixando a silhueta mais harmoniosa e as curvas mais aparentes.

No procedimento, é possível “esculpir” certas áreas do corpo como: abdômen, culotes, glúteo, coxas, membros superiores e inferiores, dorso alto e baixo, região das escápulas, giba de búfalo, face lateral das mamas, região pré-axilar e flancos anteriores e posteriores. A cirurgia é realizada através de cânulas de aspiração inseridas por meio de pequenas incisões de 0,5 a 1 cm, por onde se retira a gordura.

Normalmente indica-se a internação hospitalar por 24 horas. Cabe lembrar que a Lipoescultura não é um método emagrecedor, por tanto é importante que o paciente não esteja com sobrepeso e que mantenha seus cuidados com a alimentação e atividade física, mesmo no pós-operatório, para que obtenha os melhores resultados.

CIRURGIAS REPARADORAS

Alguns indivíduos apresentam sinais na pele, que podem ser tumores ou lesões de caráter benigno ou maligno. Após a avaliação do médico dermatologista, quando necessário se faz a retirada dessas lesões e a reconstrução imediata através do procedimento cirúrgico pelo cirurgião plástico, buscando assim a cura do paciente e o melhor resultado estético funcional. Dentre os tumores benignos estão os lipomas, nevos, cistos, siringomas, quelóides, neuromas, hemangiomas, etc. Entre as lesões malignas, os tumores mais comuns são o carcinoma basocelular (CBC), o carcinoma epidermóide ou espinocelular (CEC) e o melanoma.

O câncer de pele é o mais frequente no Brasil e corresponde a cerca de 30% dos tumores malignos registrados em nosso país, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA). A prevenção evitando a exposição solar desprotegida é de extrema importância. Apesar de haver maior incidência em idosos de pele branca, podem surgir em qualquer indivíduo, sexo e faixa etária. Muitos desses tumores de pele têm cura se retirados precocemente. Algumas vezes, após a biópsia se faz necessária a cirurgia plástica reparadora na região.

Cicatrizes de queimadura de segundo ou terceiro grau podem gerar marcas desagradáveis e que interferem na autoestima. As queimaduras modificam a aparência e textura da pele, apresentando coloração diferente e perda de tecido no local. Além do fator estético, sequelas físicas como a dificuldade de movimentação das articulações podem acontecer. Existem várias técnicas modernas de procedimentos cirúrgicos reparadores para cada caso de queimadura. A Drª. Esther Barrios analisa a situação da pele e a saúde dos indivíduos para a escolha da melhor técnica de melhoria da aparência das cicatrizes pós-queimaduras, resgatando assim a autoestima e qualidade de vida dos seus pacientes.

O câncer de pele é o mais frequente no Brasil e corresponde a cerca de 30% dos tumores malignos registrados em nosso país, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA). A prevenção evitando a exposição solar desprotegida é de extrema importância. Apesar de haver maior incidência em idosos de pele branca, podem surgir em qualquer indivíduo, sexo e faixa etária. Muitos desses tumores de pele têm cura se retirados precocemente. Algumas vezes, após a biópsia se faz necessária a cirurgia plástica reparadora na região.

A boa cicatrização varia de indivíduo para indivíduo, dependendo da qualidade da pele e dos seus hábitos. Ferimentos, acidentes e até mesmo as cirurgias deixam marcas no corpo. As cicatrizes hipertróficas e as cicatrizes queloides podem ser tratadas clinicamente sem necessidade de cirurgia, assim como também existem métodos para prevenção do aparecimento das mesmas. O objetivo da Cirurgia de Correção de Cicatrizes é fazer com que elas fiquem mais uniformes ao tom e textura da pele do local. A melhora da condição e da aparência de uma cicatriz em qualquer parte do corpo pode ir além da estética. Algumas cicatrizes muito rígidas, como é o caso das bridas, podem causar problemas de movimentação das articulações e, para esses casos, o procedimento cirúrgico é indicado. É importante uma avaliação clínica prévia para a escolha do melhor procedimento.

A procura pela Cirurgia Íntima, também conhecida por Ninfoplastia, tem aumentado muito nos últimos anos. Atualmente o Brasil é o país recordista nessas cirurgias. A busca da melhoria das proporções da área genital feminina tem sido motivada pelo desconforto no uso de determinadas roupas ou durante o ato sexual, inflamações, insegurança e até mesmo o constrangimento no momento de intimidade. A Cirurgia Íntima é capaz de corrigir assimetrias da vulva, hipertrofias dos pequenos lábios vaginais e do clitóris.

Normalmente não há necessidade de internação hospitalar por mais de 12 horas. A anestesia é local, a recuperação é rápida e a paciente pode retomar suas atividades físicas e relações sexuais após 30 dias.

É muito comum os homens com glândulas mamárias aumentadas se sentirem incomodados ou constrangidos com seu corpo. Esse volume mamário em homens é denominado Ginecomastia. Alguns fatores podem estar relacionados à Ginecomastia, como: obesidade, problemas endócrinos e alterações hormonais, hereditariedade, grande perda de peso ou tumores mamários. É mais comum na adolescência e pode ser que desapareça ainda nessa fase. Quando o incômodo é somente relacionado ao acúmulo de gordura na região, a Lipoaspiração é indicada. Quando há o aumento glandular, é necessária sua retirada por pequena incisão em torno do mamilo ou por incisões maiores caso também seja preciso fazer a retirada de pele. A cicatriz é discreta e tende a ser suavizada com o tempo.

A internação hospitalar deve ser feita por um período de 24 horas. Um curativo será colocado ao redor do peitoral para diminuir o inchaço e dar sustentação à mama operada. Logo após o procedimento cirúrgico é possível perceber seus resultados.

FACE

As pálpebras geralmente são as primeiras a manifestarem os sinais do envelhecimento na face, sobretudo por causa da sua dinâmica funcional. O excesso de pele e de gordura ao redor dos olhos passa a impressão de cansaço e de idade avançada.

A Cirurgia Plástica das Pálpebras, ou Blefaroplastia, promove a melhoria na aparência das pálpebras superiores e/ou inferiores, proporcionando aparência rejuvenescida na região. O procedimento cirúrgico permite corrigir esse excedente de pele e de gordura, assim como a flacidez muscular, melhorando aspectos funcionais e estéticos. A Blefaroplastia pode ser superior, inferior ou total e a indicação vai depender da necessidade de cada caso, conforme avaliação da Drª. Esther Barrios e expectativas do paciente.

Normalmente não há necessidade de internação hospitalar por mais de 12 horas. O resultado é um olhar mais leve, vivo, com ar disposto e jovial. As cicatrizes da cirurgia podem ser disfarçadas pela própria pele, já que as pálpebras têm espessura muito fina. Caso haja necessidade, elas podem ser mascaradas com maquiagem desde os primeiros dias.

A Rinoplastia ou Cirurgia Plástica do Nariz se modernizou muito com o passar dos anos. Ela é capaz de desenvolver resultados bastante naturais e resgatar a autoestima dos pacientes ao se olharem no espelho. Porém, qualquer modificação no nariz precisa ser rigorosamente calculada, pois gera grandes mudanças na aparência e na harmonia do rosto. A Drª. Esther Barrios faz uma avaliação pré-operatória criteriosa levando em conta as expectativas do paciente, suas características faciais, a estruturação nasal e o equilíbrio da face.

Na Rinoplastia é possível modificar o tamanho do nariz em relação às demais estruturas faciais, a largura do dorso nasal, o perfil, a ponta do nariz e o formato das narinas. Além de promover resultados essencialmente estéticos, a cirurgia do nariz também pode corrigir dificuldades respiratórias causadas por anormalidades em sua estrutura, como o desvio nasal.

As cicatrizes costumam ser imperceptíveis ou inexistentes, variando se a incisão é interna ou na parte externa do nariz. Normalmente o tempo de internação hospitalar varia entre 12 e 24 horas. O pós-operatório exige curativos por cerca de sete a 15 dias.

Com o avançar da idade, o colágeno que o corpo humano produz tende a diminuir e a pele passa a perder sua elasticidade. Além da flacidez, as rugas e manchas também se tornam grandes incômodos. A Cirurgia de Lifting Facial ou Ritidoplastia tem como objetivo atenuar os sinais do envelhecimento facial, suavizando as marcas que aparecem na face e no pescoço. Ela costuma melhorar a autoestima, pois atua diretamente na aparência, sem interferir nos traços naturais do rosto. Ao retirar o excesso de pele flácida na face e no pescoço, é possível trazer um aspecto mais jovial e “descansado” aos pacientes.

Lembrando que a Ritidoplastia não elimina todas as rugas. Após o Lifting Facial é possível observar uma significativa melhora no pescoço, região do contorno da mandíbula e bochechas. Apesar do paciente submetido à cirurgia manter seu processo natural de envelhecimento, a Ritidoplastia permite uma grande percepção de rejuvenescimento na face.

As cicatrizes são discretas e ficam ao redor das orelhas, nas linhas do cabelo e abaixo do queixo. A cirurgia é realizada em ambiente hospitalar e normalmente não há necessidade de internação por mais de 24 horas. Os pontos e curativos são retirados entre sete e 15 dias.

A Cirurgia Plástica das Orelhas ou Otoplastia é indicada nos casos de orelhas salientes (“de abano”) ou desfiguradas, que incomodam e prejudicam a autoestima de crianças, jovens e adultos. A cirurgia melhora a forma e a posição das orelhas, corrigindo seus defeitos estruturais. Além disso, cria uma melhor proporção com relação à face, o que costuma trazer benefícios para a aparência e bem estar dos pacientes.

As orelhas “de abano” são um defeito congênito, mas se tornam mais aparentes com o desenvolvimento do corpo humano. A cirurgia pode ser realizada nas crianças em idade pré-escolar, a partir dos seis anos, pois nessa idade a cartilagem das orelhas já está totalmente formada. Porém, é mais indicada para crianças com idade superior aos oito anos, quando há uma desaceleração do crescimento das orelhas.

A Otoplastia é uma cirurgia rápida e as cicatrizes são muito discretas e geralmente imperceptíveis, já que ficam escondidas atrás das orelhas. Os cuidados pós-cirúrgicos também são simples. A internação hospitalar deve ser feita por um período de 12 a 24 horas e o paciente deve permanecer com uma faixa de contenção nas orelhas de sete a 15 dias.

A proporção entre o tamanho do queixo (mento) e do nariz é responsável pela beleza do contorno facial. O equilíbrio entre as formas do rosto é o objetivo da Mentoplastia. Por isso, a Drª. Esther Barrios faz o estudo do perfil do paciente, analisando criteriosamente suas características, a fim de criar uma maior harmonia entre o queixo, o nariz e suas formas.

O aumento, modificação e projeção do queixo podem ser realizados com prótese de silicone especialmente confeccionada para o tamanho da mandíbula. O implante pode ser colocado por dentro da boca, não resultando em nenhuma cicatriz, ou através de uma pequena incisão abaixo do queixo. Também é possível aumentar a região através do preenchimento com ácido hialurônico ou enxerto de gordura, entretanto essas duas opções são suscetíveis à absorção do organismo.

A internação hospitalar deve ser feita por um período de 12 a 24 horas e a recuperação é rápida, geralmente em torno de sete dias.

As orelhas “de abano” são um defeito congênito, mas se tornam mais aparentes com o desenvolvimento do corpo humano. A cirurgia pode ser realizada nas crianças em idade pré-escolar, a partir dos seis anos, pois nessa idade a cartilagem das orelhas já está totalmente formada. Porém, é mais indicada para crianças com idade superior aos oito anos, quando há uma desaceleração do crescimento das orelhas.

A Otoplastia é uma cirurgia rápida e as cicatrizes são muito discretas e geralmente imperceptíveis, já que ficam escondidas atrás das orelhas. Os cuidados pós-cirúrgicos também são simples. A internação hospitalar deve ser feita por um período de 12 a 24 horas e o paciente deve permanecer com uma faixa de contenção nas orelhas de sete a 15 dias.

Com o passar dos anos, os tecidos da face diminuem sua elasticidade. A flacidez e o acúmulo de gordura na região do pescoço causam grande incômodo e insatisfação aos pacientes, pois são difíceis de disfarçar. É comum pessoas magras e com peso corporal normal também se queixarem da temida “papada”.

Quando o único problema é o excesso de gordura na região, muitas vezes apenas a Lipoaspiração local resolve. Quando há a necessidade da retirada do excesso de pele na base do pescoço, o mais indicado é a Cervicoplastia, também conhecida como Lifting Cervical. O resultado é um aspecto mais jovial ao conjunto da face.

As cicatrizes são normalmente posicionadas atrás dos lóbulos das orelhas, escondidas na linha do cabelo e abaixo do queixo. A internação hospitalar deve ser feita por um período de 12 a 24 horas e, após o procedimento cirúrgico, o paciente usa uma faixa de compressão para impedir o acúmulo de líquido, por cerca de sete dias.

CIRURGIAS COMBINADAS

É comum os pacientes procurarem o cirurgião plástico queixando-se da sua aparência no espelho, nas roupas e até nas fotos. Muitas vezes, já chegam com o desejo de realizar várias cirurgias plásticas ao mesmo tempo para aproveitarem o tempo de recuperação e assim solucionarem os seus problemas de uma vez. As Cirurgias Plásticas Combinadas trazem vários benefícios para os pacientes e têm sido um recurso muito utilizado por aqueles que desejam aproveitar uma única internação para realizar mais de um procedimento.

Normalmente as Cirurgias Plásticas Combinadas se enquadram na mesma área cirúrgica ou o pós-operatório exige que o paciente tenha os mesmos cuidados.

As Associações Cirúrgicas mais comuns são:

– Lipoaspiração e Abdominoplastia: as duas cirurgias associadas retiram a gordura do abdômen e das costas, culotes, braços, etc., gerando assim um contorno corporal mais harmônico;

– Abdominoplastia e Mamoplastia: além de retirar o excesso de pele e gordura da área abdominal, a paciente também pode melhorar o volume e forma dos seios;

– Ritidoplastia e Blefaroplastia: simultaneamente as duas cirurgias proporcionam modificações no rosto do paciente, ao corrigir imperfeições nas pálpebras e trazer um aspecto mais jovial.

A saúde e a segurança dos pacientes estão sempre em primeiro lugar. Para realizar qualquer Cirurgia Combinada, a Drª. Esther faz a avaliação criteriosa dos seus pacientes, englobando suas condições de saúde, idade, históricos familiares, exames, etc. Somente após a avaliação médica, os procedimentos combinados são indicados.

No procedimento, é possível “esculpir” certas áreas do corpo como: abdômen, culotes, glúteo, coxas, membros superiores e inferiores, dorso alto e baixo, região das escápulas, giba de búfalo, face lateral das mamas, região pré-axilar e flancos anteriores e posteriores. A cirurgia é realizada através de cânulas de aspiração inseridas por meio de pequenas incisões de 0,5 a 1 cm, por onde se retira a gordura.

Normalmente indica-se a internação hospitalar por 24 horas. Cabe lembrar que a Lipoescultura não é um método emagrecedor, por tanto é importante que o paciente não esteja com sobrepeso e que mantenha seus cuidados com a alimentação e atividade física, mesmo no pós-operatório, para que obtenha os melhores resultados.

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

PortugueseEnglishSpanish